Simpósio Luso Brasileiro de Reiki

Associação Portuguesa de Reiki

Bem vindos ao 2º Simpósio Luso-Brasileiro de Reiki

Criando mais uma ponte de trabalho, amor e dedicação entre Portugal e Brasil o 2º Simpósio Luso-Brasileiro de Reiki é um encontro de saberes e partilha de experiências. Teremos oradores como Prof. Ricardo Monezi, Profª Antonia Maura Alves Ferreira, prof. Dr. Nelson Filice de Barros, profª Drª Kelma Matos, Prof. Dr. António Cabrita, Profª  Drª Marisa Fefferman, Enfermeira e Mestre Reiki Maria Zilda Alarcão, Bióloga e Mestre Reiki Cinira Palotta, Wagner da Costa Gabriel (Terapeuta formado em Biomedicina), Drº Claúdio Azevedo, Elias José da Silva (coordenador do Projeto Cirandas da Vida Secretaria Municipal de Saúde), profª Sheyla Cristiane Xenofonte de Almeida, Wallace Liima (Coordenador do Simpósio Saúde Quântica e Qualidade de Vida – Recife/ Brasil), prof. João tadeu (UECE), prof. Kelma matos (UFC) e a Mestre Reiki Maria Zélia Pinheiro do  Melo (ARCA).

Serão, sem dúvida, dois dias de debate, reflexão e demonstração do Reiki e das terapias integrativas, como casos de sucesso no apoio ao bem-estar e qualidade de vida do cidadão.

Tudo de bom e obrigado pela vossa companhia,
João Magalhães
Presidente
Associação Portuguesa de Reiki

1º Simpósio, um sucesso feito de reikianos

O 1º Simpósio Luso-Brasileiro decorreu, no passado dia 17 de Abril, em Lisboa, com serenidade e dando provas do trabalho que vem vindo a ser feito em Portugal e no Brasil para o reconhecimento desta terapêutica complementar e integrativa.

Queremos agradecer aos nossos oradores pela sua disponibilidade, carinho, apoio e presença para o esclarecimento da terapêutica Reiki:
Professora Doutora Maria Lapa Esteves
Doutora Teresa Barros
Professor Ricardo Monezi
Professora Maura Alves
Professor Fernando Mateus
Victor Valente
Jaqueline Reyes

Queremos também agradecer o apoio de Mário Peres, da Ana Francisco que recebeu os participantes no Simpósio, ao Carlos Novais pela sua disponibilidade em filmar todo o evento, ao José Marques por fotografar, à Vanessa Barros pelo apoio em encontrar o melhor local para o Simpósio e a todos os associados pelo vosso apoio, sem o qual não seria possível todo este trabalho.

Um agradecimento especial às editoras Dinalivro e Ariana, pela exposição dos seus livros e apoio deste Simpósio.

A Associação Portuguesa de Reiki quer também agradecer a todos os participantes do Simpósio, a vossa presença foi importante, dignificou a terapêutica e todo o trabalho que tem vindo a ser feito.

Contamos agora com o 1º Congresso Nacional de Reiki, a realizar no Porto dia 30 de Outubro de 2010.

A todos um muito obrigado,
João Magalhães

O 1º Simpósio Luso-Brasileiro de Reiki

Este encontro é  uma iniciativa da Associação Portuguesa de Reiki Monte Kurama, que busca aprofundar e debater os conhecimentos a respeito da Terapêutica Reiki, que actualmente enquadra-se, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Nacional Center for Complementary and Alternative Medicine, órgão do National Institute of Health/ USA (NCCAM – NIH) como uma das modalidades da chamada Medicina Tradicional ou Integrativa (também intitulada Alternativa ou Complementar). O encontro também apresenta como objectivo específico a partilha de experiência relativa a prática do Reiki como ferramenta de promoção de saúde e do bem-estar e, sobretudo, da pesquisa científica a respeito da técnica em instituições de saúde, além de servir como um espaço de intercâmbio e difusão cultural entre Brasil e Portugal a partir da vivência entre os participantes do Simpósio.

Neste primeiro encontro a experiência brasileira ocupará posição de destaque através da participação de dois convidados principais: Prof Ricardo Monezi, Pesquisador da Unidade de Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), onde desenvolve protocolos de investigação científica a respeito da técnica Reiki; e Profª Antonia Maura Alves Ferreira, especialista em Terapias Integrativas Complementares e membro da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude da prefeitura da cidade de Fortaleza, Ceará.

Prof Ricardo Monezi abordará  no simpósio toda a sua trajetória e experiência como pesquisador dedicado a grande temática da Medicina Integrativa (Alternativa e Complementar), em especial da técnica Reiki, apresentando dados de sua dissertação de mestrado defendida em 2003 na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Avaliação de efeitos da prática de impostação de mãos sobre os sistemas hematológico e imunológico de camundongos machos), além de demonstrar e discutir dados preliminares de sua tese de doutorado que está em andamento na Universidade Federal de São Paulo (“Avaliação de POSSÍVEIS efeitos da prática do Reiki sobre aspectos COMPORTAMENTAIS, HORMONAIS E IMUNOLÓGICOS DE IDOSOS”).

Profª Antonia Maura Alves Ferreira apresentará a pesquisa que lhe conferiu o título de especialista em Terapias Integrativas Complementares, no ano de 2009: “Mãos que curam: histórias e arquétipos de cuidadoras (es) do Brasil e Portugal”; também participará de discussões a respeito da regulamentação e implementação da técnica Reiki como recurso complementar no sistema público de saúde da cidade de Fortaleza (Ce).

A Associação Portuguesa de Reiki será representada pelo presidente da Direcção, João Magalhães, por Fernando Mateus, da Direcção da Associação e pelo Delegado Regional do Algarve, Victor Valente. Terá ainda como convidadas as Mestres de Reiki e terapeutas, Jaqueline Reyes, Drª Teresa Barros, também fundadora da Associação Lux Vitae e Drª Fátima Esteves.

Porquê este Simpósio?

O Reiki é uma técnica definida no Japão em meados do século XIX, onde os seus praticantes acreditam que através da imposição das mãos de um terapeuta uma espécie de “energia sutil”, de natureza ainda não reconhecida pela física atual, possa ser transmitida para o corpo de uma outra pessoa lhe trazendo benefícios de diversas naturezas (VITALE, 2006; SHORE, 2004; WARDELL, 2001; BULLOCK, 1997; TATTAM, 1994).

A literatura vem registando ao longo dos anos diversos relatos de pacientes submetidos a tratamentos por esta técnica de imposição de mãos que descrevem sensações de calor por todo o corpo que provocariam um estado de relaxamento, tanto físico quanto psicológico, resultando em sugestivas alterações psicofisiológicas que vem, a cada ano, chamando mais a atenção da comunidade científica mundial (BRATHOVDE, 2006; SATYA, 2001; PETRY, 2000; BULLOCK, 1997).

Os primeiros relatos publicados a respeito da utilização do Reiki como modalidade de terapia complementar em revistas científicas indexadas datam de 1994 (TATTAM, 1994; WIRTH, 1994). Desde então, diversos trabalhos foram publicados por profissionais de diferentes formações dentro da área da saúde como biólogos, enfermeiros, fisioterapeutas e médicos, o que denota um interesse multidisciplinar pelo assunto. Quando inserimos a expressão “Reiki” como chave de busca na “PUBMED” encontramos 1559 trabalhos publicados até março de 2010.

Tais trabalhos relatam muitas aplicações do Reiki na área médica como recurso complementar às terapias convencionais (KELNER & WELLMAN, 1997; WIRTH & BARRET, 1994), demonstrando resultados promissores (WIRTH, 1996) como, por exemplo, no tratamento de distúrbios comportamentais e cognitivos em pacientes com mal de Alzheimer (CROWFORD, 2006), no tratamento de pacientes diabéticos (GARROW, 2006), no tratamento da dor e ansiedade em mulheres histerectomizadas (VITALE, 2006), no tratamento da epilepsia (RICOTTI, 2006; KUMAR, 2003), no manejo do estresse (SATYA, 2001), em procedimentos pós-operatórios (PETRY, 2000; ALANDYDY, 1999; MEEHAN, 1993), em pacientes com síndrome de imunodeficiência adquirida (FERNANDEZ, 1998; TOUPS, 1999) e, também, em pacientes oncológicos, sendo aplicado como adjuvante na terapia de opióides no manejo da dor (OLSON & HANSON, 1997).

Diante de tais e sugestivos factos descritos pela literatura científica, além dos relatos de usuários da técnica Reiki, que descrevem resultados positivos da utilização desta terapia complementar, principalmente como recurso promotor de qualidade de vida, a Associação Portuguesa de Reiki e parceiros, resolveram pela realização deste 1º Simpósio Luso-Brasileiro de Reiki, que constitui-se como um convite à uma reflexão crítica em relação ao reconhecimento, aplicação, regulamentação e ao desenvolvimento de pesquisas científicas a respeito da técnica Reiki em Portugal e no Brasil.

Objectivos:

Congregar interessados de diversas áreas do conhecimento e terapeutas utilizadores da técnica Reiki de Portugal e Brasil, bem como dos demais países de língua portuguesa, para uma reflexão em nível mundial e troca de saberes sobre a utilização do Reiki a partir do olhar académico, da sociedade civil e dos órgãos governamentais, buscando uma construção social de saberes, cuidado, atenção à saúde individual e social, e promoção de políticas públicas que visem a qualidade de vida do ser humano de maneira integral.

Público Alvo:

  • Profissionais da saúde e cuidadores interessados pela técnica Reiki;
  • Professores e estudantes universitários;
  • Terapeutas Reiki e de outras técnicas integrativas e complementares/ tradicionais;
  • Pessoas interessadas no conhecimento das Terapias Integrativas e Complementares;